Obra do Canal do Coroado realiza última etapa de interdição da Avenida dos Africanos

A Prefeitura de São Luís, através da Secretaria Municipal Extraordinária de Projetos Especiais (SEMPE), vem realizando diversas obras estruturantes para benefício da população de São Luís, uma delas é o serviço de retificação do Canal do Coroado que esta chegando na sua fase final.
A obra do Canal, que hoje interdita  trecho da avenida dos africanos, já realizou boa parte da travessia, e se encontra na última etapa, bloqueando agora a pista no sentido centro/rodoviária, motivo pelo qual aqueles que trafegam nesse sentido precisam acessar desvio interno ao Parque Pindorama (antes da reserva do Exercito), desvio este que possui saída para a avenida dos Africanos pela rua Vicente Queiroga. Para aqueles que trafegam na avenida no sentido rodoviária/centro a pista já está liberada para passagem dos carros.
Todo o trabalho de desvio das rotas vem sendo monitorado pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), que coordenara o trajeto até a finalização da obra, que de acordo com Joaquim Monteiro, Engenheiro da Santa Cruz, empresa responsável pela obra,  estará finalizada dentro do prazo estipulado de trinta de novembro. O Secretário da Sempe, Francisco Barros, também foi enfático ao dizer que “a Prefeitura está engendrando esforços junto à Executante para que o cumprimento do prazo de conclusão não seja postergado”.
            O secretário, Francisco Barros, também disse que a Secretaria de Obras (SEMOSP), já está sendo acionada para que assim que os dois lados da avenida forem entregues,  executar, após os dez dias necessários para estabilização dos sedimentos do novo aterramento, a colocação do asfalto no trecho afetado pela obra na Avenida dos Africanos e  no  que está sendo utilizado como desvio, que hoje causa certo incomodo para a população da região, mas que ao final de todo esse trabalho trará  melhoria significativa na qualidade de vida da população, não apenas pela obra de drenagem do Canal, que evitara os alagamentos, mas também pelas obras de urbanização da área, com trabalhos de terraplanagem e ligações domiciliares para moradores do Coroado, que também estarão sendo realizadas.
Canal do Coroado – Todo o canal terá 354,2 metros de extensão, com  6m largura e 2m de altura, em concreto armado. A obra de ampliação e retificação do Canal do Coroado, faz parte do Programa de Recuperação Ambiental e Melhoria da Qualidade de Vida da Bacia do Bacanga, que tem a parceria do Banco Mundial (Bird), e visa beneficiar 15 mil pessoas de bairros adjacentes ao Canal, entre Coroado, Filipinho e João Paulo.”